The Walking Stick

Aproveitando um pouco de tempo livre que tenho agora para atualizar outra vez o meu blog. Eu queria ter escrito este artigo antes, mas está uma loucura aqui em The Walking Stick, está tudo cheio de stick zumbis e não estou dando conta do recado sozinho! Posso resumir de forma bem simples o jogo como sendo um shooting game que apresenta uns poucos elementos de evolução do jogo (você pode melhorar a cerca ou muro e aumentar a capacidade de munição de sua arma), focando principalmente em uma única coisa – mate-os antes que alcancem a cerca!

Certo, agora vamos ao que interessa: tudo começa com você, uma arma, uma cerca e um monte de zumbis loucos para rompê-la e devorar todos os sobreviventes – semelhanças com The Walking Dead não são por acaso! A partir daí, o protagonista, isto é, você, um cara que nunca aparece a cara, mas tem a obrigação de eliminar todos os zumbis, precisa eliminar, um por um, os “coisas feias”. Então você deve melhorar sua arma e a proteção do acampamento sempre que for possível, caso contrário meu amigo, prepare-se para o fim.

E se você gosta de jogos com ambientes simples, sem muitas distrações, é uma excelente escolha, pois os gráficos do jogo são bem simples e facilitam ao máximo sua ação. Tudo foi feito em tons de preto e branco que trazem ao jogo um ar bem típico de stick games. Quanto às configurações de teclado e mouse, esqueça o teclado, você só vai precisar do mouse. E olha que procurei à beça algum atalho de teclado para recarregar a arma mais rápido!

Os pontos fortes do jogo são a ação constante e simples, que dá vontade de jogar inúmeras partidas de forma seguida. Agora, não espere dele algo como Time Crisis 4 ou outro dos jogos de shooter de consoles de última geração – it’s a flash game, man!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Comments are closed.

Email
Print