Opinião de Molyneux sobre novo Dungeon Keeper

Peter Molyneux, renomado designer de jogos que dentre seus vários trabalhos possui o clássico Dungeon Keeper, publicado em 1997, parece não ter gostado muito da nova versão criada pela EA para iOS e Android.


O principal ponto que desagradou o designer Molyneux foi quanto à “forçada” que a EA deu no “modelo freemium”. Isto é, o jogo é “gratuito”, você pode baixar e começar a jogar hoje mesmo, mas cada ação no jogo exige um tempo consideravelmente alto – de algumas horas a vários dias – e se você não quer esperar tanto tempo assim para que aquela ação seja concluída, poderá pagar para acelerar o processo – e infelizmente os valores a serem pagos não são tão baratos assim.


Molineux afirma que tal “desespero” em monetizar o jogo prejudicou e muito a sua jogabilidade, desagradando não somente os novos jogadores como os jogadores do clássico jogo da franquia. Abaixo, trechos comentados no Outerspace:

“Eu me vi virando e dizendo, ‘O que? Isso é ridículo. Eu só quero fazer um dungeon. Eu não quero programar meu despertador para daqui a seis dias só para ver um bloco ser eliminado”, disse Molyneux. “Não acho que eles entenderam o equilíbrio entre deixá-lo familiar aos fãs que existem por aí, mas novo e comprensível o bastante para o público maior das plataformas móveis”.

O novo Dungeon Keeper também usa um artifício polêmico para receber avaliações de 5 estrelas nas lojas de apps. O jogo mostra a opção de avaliá-lo com 1 a 4 estrelas ou com 5. Escolhendo a primeira opção, o jogador é direcionado a uma página de feedback da EA que pede opiniões sobre como fazê-lo melhor. Somente optando pelas 5 estrelas o jogador é direcionado à página de votação. Veja o artigo original aqui (não encontro mais o artigo no site do OuterSpace).



É, EA… Parece que essa “dungeon” aí tornou-se um verdadeiro “inferno” para vocês…

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Comments are closed.

Email
Print